5 Dicas para montar seu checklist de viagem

Que atire a primeira pedra quem já foi viajar e levou mais do que deveria e acabou esquecendo coisas importantes. Já aconteceu comigo, por isso hoje em dia sempre procuro fazer uma lista de tudo que preciso levar, ou seja, um checklist de viagem. É útil para não esquecer itens importantes e para não colocar na mala coisas que você nem chega a usar.

Sendo assim, hoje vou compartilhar com vocês, dicas que aprendi ao longo do tempo. Para quem ama viajar assim como eu, seja uma viagem de carro, ou uma viagem mais longa de avião, é muito útil ter um checklist de viagem pronto antes de colocar qualquer coisa dentro da mala.

1 – Como você vai fazer seu checklist

Hoje em dia, há inúmeras formas de fazer o seu checklist. Temos aplicativos para celular, planilha no excel ou o bom e velhor papel. Costumo usar tanto uma planilha, quanto um papel.

2 – Checklist Pré Viagem

Como qualquer planejamento de viagem, é bom montar um checklist pré viagem. Nesse checklist você vai marcar coisas importantes como, verificar se o passaporte não venceu, se os seus documentos estão em dia. Se precisa tomar alguma vacina, caso vá viajar para outro país ou até mesmo outro estado, e assim por diante.

3 – Checklist para a mala

Depois de todo o planejamento e você estando pronta para viajar, é hora de começar a fazer o checklist do que você vai levar na viagem. Quantas malas vai levar, se vai levar mala de mão, mochila, etc.

4 – Categorize seu checklist

É muito útil criar categorias como: Roupas, Eletrônicos, Higiene. Fica mais fácil na hora de colocar os itens na mala.

5 – Defina os itens de cada categoria

Uma vez definido as categorias, é hora de listar os itens de cada uma. Como por exemplo:
Eletrônicos:
Itens: Cabo do notebook, Cabo do Celular

Olha um exemplo bem simples:

E aí, quem está pronto para montar o checklist de viagem? Tem alguma outra dica? Deixe nos comentários!

Decoração do banheiro: Detalhes que fazem a diferença

Hoje vamos falar da decoração do banheiro, todo mundo gosta de decorar cada cantinho da casa, mas as vezes esse ambiente acaba ficando de lado. Com pequenos mudanças, podemos acrescentar detalhes que fazem toda a diferença, e conseguimos dar outra cara para o nosso banheiro.

Plantas:

Usar plantas de decoração virou febre já faz algum tempo, e eu não reclamo. Amo colocar um toque verde na casa, no quarto, na cozinha e…inclusive no banheiro! Além de ser decorativa e trazer boas vibrações (dependendo da planta), traz um cheiro agradável ao local.

Quadros:

Engane-se quem pensa que quadros não são bem vindos no banheiro. Pode usar sim, fica lindo e saímos da normalidade, criando um ambiente criativo e diferenciado. Normalmente a primeira coisa que fazemos ao acordar é dar uma passada no banheiro. Nada mais motivador do que ver mensagens boas ou imagens alegres e criativas logo pela manhã, por isso, invista em quadros que vão trazer um sorriso nos seus lábios.

E aí, o que achou dessas ideias para decoração do banheiro? O que acha das ideias compartilhadas aqui? Deixe nos comentários!

Um dia em Punta Del Este no Uruguai

Nos dias que passei em Montevidéu no Uruguai, aproveitei e tirei um dia para conhecer Punta Del Este, uma cidade de praia que fica a duas horas de Montevidéu.

Peguei um excursão em Montevidéu no valor em torno de R$150 reais e valeu muito a pena. A guia falava português e deu para interagir com vários estrangeiros no ônibus. Fiz amizade com uma Venezuelana e foi bem legal!

A cidade de Punta Del Este é um balneário, a cidade é linda, com verdadeiras mansões e prédios muito bonitos. O custo de vida lá é bem caro. Mas para nós, meros mortais é possível encontrar hotéis razoavelmente baratos, também tem hostel e até acampamento para quem quer se aventurar mais.

Minha viagem foi de ida e volta no mesmo. Em Puntal Del Este deu para conhecer o Porto, a Casa Pueblo e ainda pudemos fazer um City Tour pelos bairros.

Se você tem interesse em viajar para Montevidéu, sugiro que separe um dia para conhecer Punta Del Este. Sinceramente esse passeio foi o melhor da minha viagem!

E assim termina os posts relacionados a minha viagem, espero que tenham gostado! E aí, já tinha ouvido falar de Punta Del Este? Deixe nos comentários!

Decoração: Caixotes de Feira

Quem já não viu várias inspirações de decoração com caixotes de feira no Pinterest? Pois é, quando vamos decorar um ambiente, não precisamos gastar muito dinheiro, com criatividade, podemos deixar a sala, quarto, home office e cozinha lindos e gastando pouco.

Se você já passou por alguma feira na sua vida, deve ter notado esses caixotes de feira, que normalmente são utilizados para transportar alimentos, como fritas por exemplo. Já viu uma mini caixotes com cachos de uva por exemplo?

Se os caixotes estiverem em um bom estado de conservação, podemos reutilizá-los na decoração, podendo deixá-los na madeira crua ou fazer um trabalho extra e lixar e pintar a madeira. Depois é só usar a criatividade e usá-los como quiser na decoração, veja as inspirações abaixo:

Cozinha

Sala e Quarto

Home Office

E aí, o que acharam de decorar com caixotes de feira? Vale a pena fazer um DIY? Deixem nos comentários!

Montevidéu: Passeios que valem a pena conhecer #3

Hoje vou compartilhar os passeios que mais gostei de fazer em Montevidéu. No último post sobre a cidade comentei sobre o Centro da cidade e alguns lugares para conhecer, também comentei porque não gostei muito.

Montevidéu é uma cidade pequena, mas mesmo assim para fazer um passeio que se localiza longe do centro é preciso caminhar muito, mas muito mesmo ou utilizar o ônibus, uma vez que a cidade não possui metrô.

Eu cheguei a caminhar mais de 5km, a ponto de não conseguir mexer a minha perna no fim do dia. O que eu fiz um dia para ir num passeio mais distante, foi ir de Uber até o local e depois voltar a pé, foi bem cansativo, mas valeu a pena. Abaixo, descrevo os locais que mais gostei de conhecer em Montevidéu:

Palácio Legislativo

É uma das construções mais lindas da cidade. Levou em torno de 17 anos para ser construído e hoje é possível fazer visitas guiadas e em português. Não tive a oportunidade de conhecer por dentro, mas dizem que é lindíssimo, com uma linda e rica arquitetura.

Parque do Prado

É um parque bem bacana, não é muito turístico, seria mais um parque para as pessoas locais irem se descontrair. Achei bonito, mas não me entenda mal, temos vários parque parecidos aqui na minha cidade. Mas mesmo assim, valeu a pena conhecer. O Parque do Prado é uma área bem grande que abriga o Jardim Botânico e o Rosedal. Só conheci a parte do Rosedal, que foi um pouco decepcionante, pois, como estamos no inverno, tinha praticamente 0 flores no parque. Mas dizem que na primavera fica lindíssimo.

Ramblas – Letreiro e Porto

Esse com certeza foi meu local favorito de se conhecer. As ramblas são locais para se caminhar a beira do Rio de la Plata, são separadas por nome de acordo com o bairro, não lembro de todas. As de Punta Carretas e Pocitos foram as que mais gostei. Na rambla de Pocitos fica o letreiro de Montevidéu, lugar bem bacana para tirar foto e também o porto, que eu adorei conhecer. Acho bem legal, além de ser super fotogênico.

Para concluir, esses foram os locais que mais gostei de conhecer. Falando um pouco sobre a comida local e mercado. Achei tudo muito caro, uma Ceaser Salad que comi um dia, ficou em R$50 reais e no supermercado era tudo bem caro também, uma garrafa de gatorade por exemplo, custava quase 8 reais. Uma caixa de bombom da Nestlé, custava mais de R$15 reais. Dizem que a carne é muito famosa por lá, mas como não como carne, não experimentei nenhum prato para ver se era bom mesmo. Quando eu viajo, não costumo ligar muito para a gastronomia local, pois sou o tipo de pessoa que come o básico e não gosto de me aventurar em pratos diferentes, fora que prefiro economizar nisso e aproveitar outros passeios, e investir em comidas do mercado mesmo.

E aí, se interessou por algum desses passeios em Montevidéu? Deixem nos comentários!

 

 

Receita: Panquecas Americanas fácil e rápido

Normalmente costumo comer as famosas panquecas fit (com banana e ovo), mas já fazia um tempo que eu estava com muita vontade de comer panquecas americanas (aquelas mais gordinhas e deliciosas haha). Quando eu fui para NY, costumava comer todo dia no café e era muito gostoso.

Saí em busca de alguma receita que se assemelhasse aos que eles fazem e achei uma receita que além de ser fácil e rápida, ficam deliciosas. Hoje venho então compartilhar a minha experiência com uma receita de panquecas americanas. Espero que façam e gostem tanto quanto eu!

Ingredientes:

  • 1/2 xícara de leite
  • 1 ovo
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • 2 colheres de chá de fermento
  • 1 colher de chá de óleo
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1/2 colher de chá de sal

Como fazer:

Coloque o leite e o ovo numa vasilha e mexa. Acrescente a farinha aos poucos até fica homogêneo e em seguida coloque os demais ingredientes. Use uma frigideira antiaderente. Eu também coloquei um pouco de manteiga para não correr risco de grudar (tenho más experiências com isso). Quando a massa começar a formar bolinhas, é hora de virar a panqueca. E pronto!

E aí, bateu a vontade de comer panquecas americanas também? Experimentem fazer e compartilhem com a gente!

Decoração: Cozinha Industrial

A cozinha industrial até uns tempos atrás era mais associada à restaurantes. Depois começou a ganhar notoriedade em decorações no exterior, bem no estilo de loft nova iorquino.

Começou a ganhar popularidade aqui no Brasil e normalmente esse tipo de decoração é mais utilizada em estúdios, lofts e até galpões. Suas características se notam no uso de madeira, metal, concreto, tubulações expostas e também, tijolinhos aparentes. A mobília pode ser simples e no piso pode-se usar cores mais neutras como o cinza, cimento queimado e até preto.

O legal desse estilo é que as panelas e demais utensílios costumam ficar expostos, pendurados na parede e ainda, ao invés de armários fechados, as prateleiras são bastante utilizadas o que torna a cozinha industrial funcional e prática, por isso costumava ser característica de restaurantes.

Gostaram desse estilo de decoração? Fariam na casa de vocês? Eu já quero ter minha casa para colocar em prática algumas características da cozinha industrial!

Minhas compras de livros de Julho

Hoje venho compartilhar minhas compras de livros que fiz em Julho. Tenho comprado muitos livros ultimamente e tenho lido muito. Comprei os livros quando fui na Saraiva no mês passado. Comprei “Em um bosque muito escuro”, “Olhos Prateados” e “Em Águas Sombrias”. 

Abaixo vocês podem conferir a sinopse de cada um. Os três são do gênero suspense, com investigação policial e muito thriller.

1 – Em um bosque muito escuro

““Em um bosque muito escuro” é narrado por uma escritora reclusa que aceita o convite para a despedida de solteira de uma amiga de escola com a qual não tinha contato há anos. Quarenta e oito horas depois de chegar ao local da festa, uma casa de campo isolada, ela desperta numa cama de hospital, com a devastadora certeza de que alguém está morto. E mais do que tentar lembrar o que aconteceu no fatídico fim de semana, precisa descobrir o que fez. Com uma atmosfera inquietante em que segredos do passado são revelados aos poucos e as relações se constroem pelo entrelaçamento de admiração, carinho, inveja e ressentimentos, Ruth Ware entrega ao leitor um thriller arrebatador.”

2 – Olhos Prateados

“Charlie é uma adolescente que volta para sua cidade natal quando é convidada para participar de uma homenagem a um de seus amigos de infância, morto dez anos atrás, em circunstâncias misteriosas, dentro da pizzaria do pai dela. Tomados pela nostalgia e determinados a desvendar o crime jamais solucionado, Charlie e seus amigos acabam voltando à pizzaria, agora totalmente abandonada. Eles logo vão descobrir que as coisas lá dentro não são mais as mesmas. Os quatro animatrônicos mudaram. Os bonecos que antes encantavam as crianças agora guardam um segredo sombrio… e um plano mortal.”

3 – Em águas sombrias

“Nos dias que antecederam sua morte, Nel ligou para a irmã. Jules não atendeu o telefone e simplesmente ignorou seu apelo por ajuda. Agora Nel está morta. Dizem que ela se suicidou. E Jules foi obrigada a voltar ao único lugar do qual achou que havia escapado para sempre para cuidar da filha adolescente que a irmã deixou para trás. Mas Jules está com medo. Com um medo visceral. De seu passado há muito enterrado, da velha Casa do Moinho, de saber que Nel jamais teria se jogado para a morte. E, acima de tudo, ela está com medo do rio, e do trecho que todos chamam de Poço dos Afogamentos.”

E aí, o que vocês acharam dessas compras de livros? Qual o gênero favorito de vocês? Deixem nos comentários!

Decoração romântica para a casa

Hoje vamos falar de decoração romântica para a casa. Existem vários estilos para diferentes tipos de gostos e algumas pessoas amam a decoração romântica, que muitas das vezes acaba se misturando com o estilo vintage.

Acredito que o tom de cor predominante nesse tipo de decoração é o rosa claro e delicado. Mas engana-se quem pensa que essa é a única cor que dá para ser usada. Tons de azul clarinho também fica muito bonito e romântico. Além do rosa claro ou azul, o branco também é bastante predominante.

Os móveis são delicados e muitas vezes puxados para o estilo vintage, mas isso não é uma regra. Podemos ter móveis modernos com uma decoração romântica.

É possível ter muitas estampas, sendo a principal, a estampa com flores. Muitas das vezes é possível misturar estampas diferentes num mesmo ambiente. Como um papel diferente marcante com uma roupa de cama também forte e com muita estampa.

Concluindo, só devemos tomar cuidado para a decoração não ficar enjoativa. Na medida certa, o ambiente fica muito bonito e aconchegante. E aí, você se identifica com a decoração romântica? Deixe nos comentários!

 

3 músicas para se sentir feliz

Eu amo ouvir música, e tem música para todos os momentos não é mesmo? Para quando você estiver na bad, feliz, com vontade de dançar e assim por diante.

Sendo assim, separei 3 músicas para se sentir feliz, são músicas que tenho ouvido muito ultimamente ou que simplesmente gosto da letra e me passa um sentimento bom. Talvez você possa se identificar-se também.

1 – Firework – Katy Perry

Essa música me passa um sentimento tão bom, de que eu posso fazer qualquer coisa. Gosto muito da letra.

2 – Girls Just Wanna Have Fun – Cindy Lauper

Me sinto uma velha citando Cindy Lauper, mas lembro de uma vez que tivemos que fazer um trabalho na escola e escolhemos ela. Foi muito divertido dançar essa música. E ela sempre me tira da bad hoje em dia.

3 – Uptown Funk – Mark Ronsom ft. Bruno Mars

Gosto do ritmo dessa música, dá vontade de sair dançando igual no clipe!

E aí, vocês conhecem alguma dessas 3 músicas para se sentir feliz? QUal mais recomendaria? Deixe nos comentários!