Montevidéu – Chegada e Primeiras Impressões #1

Semana passada fui visitar uma amiga que mora em Montevidéu e aproveitei para conhecer a cidade de Montevidéu e Punta Del Este. Vou compartilhar minhas experiências e dicas por aqui. Para o post não ficar grande e cansativo de ler, vou dividir em uma série de posts. Hoje vou falar da minha chegada e primeiras impressões.

Imigração

Peguei um voo de Guarulhos a Montevidéu numa sexta a noite, o voo levou apenas 2 horas e 20 minutos para chegar no Uruguai. Para passar na imigração é muito simples, principalmente se você estiver com o passaporte.
Eles leem todas as suas informações ao colocar o passaporte numa máquina de leitura, que também confirma através do seu rosto (como numa foto) se você é você mesmo haha.
A pessoa na imigração também pode pedir para você confirmar seus dados através da digital. Em menos de 2 minutos já estava saindo da imigração.

Aeroporto

O Aeroporto Internacional de Carrasco é bem pequeno mesmo, possui um design futurista e é bonito. Só tem uma saída, então após pegar a bagagem, não tem erro para sair do aeroporto.

Chegando em Montevidéu

Como o aeroporto fica há uns 20km da cidade, precisamos fazer uma pequena viagem de carro que durou em torno de 40 minutos até o centro da cidade.

Quando chegamos pela cidade, passamos por uma avenida que tem o Rio De La Plata à esquerda, que parece uma praia e perdemos de vista a extensão, e do lado direito, passamos pelos bairros mais bonitos da cidade, sendo eles, Carrasco e Pocitos.

Tive a oportunidade de circular pelos bairros nos outros dias e realmente é muito bonito, tendo até um hotel com Cassino, tipo Las Vegas haha. Continuando pela avenida, chegamos no centro da cidade, que é onde fiquei hospedada na casa da minha amiga. Particularmente não gostei do centro, detalharei mais nos próximos posts. Fiquem ligados!

Para concluir, o que posso dizer sobre as primeiras impressões que tive ao chegar, é que Montevidéu é uma cidade muito pequena, o Uruguai em si é muito pequeno, possuindo uma população total de 3,4 milhões de pessoas.

Montevidéu, assim como toda cidade é dividido em bairros mais pobres e bairros mais ricos, além de possuir um lado da cidade que tem prédios mais antigos e prédios novos e modernos.

Eu sempre fui muito fã de construções antigas, um dos motivos pelo qual me apaixonei por Londres, mas particularmente não gostei dos prédios de Montevidéu, achei meio sujo e me senti bastante insegura andando pelo centro sozinha. Como vocês podem ver pela foto acima, é tudo muito cinza.

E aí, vocês tem vontade de conhecer Montevidéu? Deixem nos comentários!

Seguir

22 comentários em “Montevidéu – Chegada e Primeiras Impressões #1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.