Para assistir: Desventuras em série

A série de livros Desventuras em Série do Lemony Snicket são meus livros favoritos depois de Harry Potter. Eles marcaram muito a minha infância e depois de adulta comprei os livros e os reli. Assisti o filme quando lançou e quando saiu a notícia que a Netflix ia fazer série de TV inspirada nos livros, meu coração bateu mais forte.

Na série, contamos com um elenco de encher os olhos, tendo Neil Patrick Harris (não consigo mais imaginar o Conde Olaf sendo interpretado por outra pessoa), Malina Weissman, Louis Hynes e Presley Smith. A série contém apenas 8 episódios, então chorei lágrimas de sangue, pois eu veria mais de boas. Os 8 episódios contam a história dos 4 primeiros livros, como temos 13 livros, espero do fundo do coração que a Netflix faça mais temporadas.

Desventuras em série nos conta uma série de eventos trágicos dos irmãos Baudelaire, Violet, Klaus e Sunny. As crianças se tornam órfãs após a mansão onde moravam pega fogo, e acaba matando seus pais. Após a morte dos pais, as crianças são levadas para morar com o terrível Conde Olaf, que fará de tudo para colocar as mãos na herança das crianças. Violet, Klaus e Sunny precisam fazem de tudo para despitar Olaf, sempre criando planos mirabolantes e muito inteligentes na tentativa de frustrar os planos malignos do Conde Olaf e investigar a misteriosa morte de seus pais.

Como vocês podem ver, apesar de ser uma história mais infanto juvenil, podemos encontrar mistério, investigação e drama, pois acreditem, as crianças passam por tanto perrengue que é difícil segurar aquela lágrima que insiste em escorrer pelo rosto. Um único detalhe que não gostei na série, foi que o narrador fica interrompendo a cena para contar a história. Tudo bem que no livro temos a intervenção do narrador ocorre bastante, mas na série achei que ficou chato.

Tanto nos livros, quando no filme e série (com alguma adaptação), Lemony Snicket nos dá o seguinte aviso:

“Caro telespectador, se você está procurando uma história com final feliz, procure em outro lugar. Esta história não tem final feliz, nem começo feliz e muito poucas coisas felizes no meio.”

Confira o trailer abaixo:

Fala se não dá uma baita vontade de continuar assistindo? Haha, eu curti muito, tanto os livros, filme e a série.

E aí, vocês já tinham ouvido falar de Desventuras em Série? O que vocês acharam da história? Da adaptação? Deixem nos comentários!

Mousse fácil e rápido de fruta com BIS

Ano novo e temos aquela meta de todos os anos de comer menos doce, mas segue aqui uma receita de mousse fácil e rápido para quando você estiver se sentindo desesperada para comer açúcar. Fiz essa receita de sobremesa de Natal.

Originalmente era para ser mousse de limão, mas a lesada aqui, esqueceu de comprar limão (palmas para mim), então abri os armários desesperada por algum ingrediente substituto e encontrei um tang de uva. Então foi ele mesmo.

Você vai precisar de:

1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 suco tang do sabor da sua preferência (ou suco de alguma fruta)
Bis de chocolate branco ou qualquer outro da sua preferência (para decorar)

Como fazer:

Aqui é a parte mais fácil. Adiciona o leite condensado e o creme de leite no liquidificador e bata de 2 a 3 minutos. Depois, vai acrescentando aos poucos o suco, até ficar bem cremoso. Coloque numa forma ou em taças e decore com o Bis!

E aí, o que acharam de mousse fácil e rápido, mas nada saudável haha? Deixem nos comentários, qual sabor de mousse vocês mais gostam!

Porque você deve quebrar barreiras

No começo do ano, me peguei pensando em quanta coisa deixei de fazer por medo de me arriscar. Percebi que durante toda a minha vida nunca gostei de fazer as coisas sozinha, sempre sentindo aquela insegurança em ir para algum lugar desconhecido sem ninguém do meu lado para me dar apoio. Como consequência, deixei de fazer muitas coisas. Desde que me toquei que não devemos deixar a vida simplesmente passar por nós, pois nem sempre vai ter alguém do nosso lado, decidi que era o momento de quebrar barreiras internas .

Uma das coisas que mais gosto de fazer é tirar fotos como hobby, não sou profissional, mas curto muito brincar com a câmera. Onde moro, tem muitos parques naturais, prédios históricos e até linha de trem, aliás morro de vontade de tirar umas fotos lá. Eu sempre chamava alguém para ir comigo, mas até então eu não entendia que quando alguém não tem a mesma paixão que você por algo, ela simplesmente não entende sua ânsia e a sua necessidade de fazer algo. Como as pessoas sempre acabavam desistindo bem na data ou dia anterior, eu me desmotivava e acabava não saindo também. Passava aquele sábado ou domingo ensolarado dentro de casa.

No início do ano aconteceu exatamente isso. Tínhamos marcado de ir num parque natural aqui da minha cidade. Basicamente é um lugar para fazer caminhadas e relaxar. Tem um parque para as crianças brincarem e um lago, que está um pouco abandonado (lágrimas). Mas é um ótimo lugar para sentir ar puro e simplesmente apreciar os momentos e agradecer pela vida que temos. Bem na noite anterior a pessoa desistiu de ir comigo. Claro que me desanimei na hora, pois estava contando e esperando ansiosamente por aquilo. Mas pela primeira vez eu não desisti. Primeiro, eu não precisava da companhia de uma pessoa que não queria estar lá. Segundo, tudo o que eu precisava era de mim mesma, da minha câmera, do meu tripé e da minha força de vontade.

Levantei na manhã seguinte, bem cedo, para poder pegar as melhores horas para fotografar e fui, sem medo, sem desistir. E devo dizer, foi um dos melhores dias para mim. Não tinha ninguém me apressando para tirar foto. Pude apreciar cada detalhe, desde um graveto no chão à uma flor florescendo. O céu brilhava sobre mim e minha pele recebia o calor do sol que me abraçava graciosamente. Eu tive um tempo só meu entende? Onde pude fazer algo que gosto, tirei quantas fotos quis e fui embora na hora que quis.

A lição que aprendi é que não devemos esperar e depender de alguém para nada nessa vida, principalmente se for nos impedir de fazer algo que desejamos. Se alguém te segura para trás ou te desmotiva. Continue sozinha. Em algum momento você vai encontrar alguém que compartilha da mesma paixão e vai poder trocar ideias, conhecimentos e experiências. Mas jamais deixe de seguir o caminho que sente que tem que seguir por medo ou insegurança por não ter ninguém te apoiando todo o tempo. Afinal todos nos sentimos assim em algum momento. Mas já pensou se ninguém tivesse coragem de meter a cara lá fora e quebrar barreiras? Estaríamos todos dentro de casa, pensando no que poderia acontecer se fizéssemos isso ou aquilo. Esse texto foi exemplificando uma experiência pessoal, mas podemos levar como lição para outras áreas da nossa vida.

E aí, o que achou do texto? Vamos quebrar barreiras? Já passou por alguma experiência da qual deixou de fazer algo pois não tinha apoio? Deixe nos comentários!

Você precisa conhecer a banda Amber Run

E na dica de música Indie Pop, Rock alternativo de hoje, vamos falar sobre a banda Amber Run. A banda é britânica (adoro!) e é formada por cinco rapazes, sendo eles Joe Keogh, Will Jones, Tom Sperring e Henry Wyeth. Eles possuem um album lançado e são mais conhecidos no Reino Unido e na Irlanda.

Amber Run ganhou atenção após lançarem a música “Heaven” e desde então vem fazendo bastante sucesso.Uma das minhas músicas favoritas da banda é “I Found”, que é impossível não colocar no repeat ou ver o clipe repetidas vezes.

A banda embora ainda não tenha um super sucesso, tem muito potencial e talento. Se você gosta de The Killers, Imagine Dragons e músicas Indies no geral, vai curtir muito a banda. Dê uma chance aos rapazes e confira algumas das músicas deles abaixo. Depois me contem o que acharam das músicas de Amber Run!

I Found

5AM

Noah

No Anwser

E aí, o que acharam da banda? Já tinham ouvido antes? Deixem nos comentários!

Ps: Não se esqueçam de curtir a página do blog aqui e seguir no instagram se você ama fotos tanto quanto eu!

Parceria com a autora Amanda Ágatha Costa

Sou apaixonada por livros e por escrever, então com certeza essa categoria faz parte aqui do Orange Lily e é feita com muito carinho. E o ano de 2017 não poderia ter começado melhor, tive o prazer de estar em contato com a autora Amanda Ágatha Costa que é uma escritora nacional e um dos maiores destaques da editora Arwen e firmar uma parceria. Amanda é gentil e atensiosa com seus leitores e está sempre dando spoilers das suas obras, quem não curte um bom spoiler hein? Quer saber um pouco mais sobre ela? Dá uma olhada abaixo:

“Amanda nasceu em 21 de outubro de 1993, numa cidade pacata do interior de Santa Catarina, chamada São João Batista. É formanda em Pedagogia e assim como muitos de nós, é amante das palavras desde a infância. Jamais imaginou que realizaria um sonho e um dia sua voz seria ouvida. Com papel e caneta nas mãos, espera poder todas as pessoas com suas histórias, fazendo-as vibrar e amar cada fragmento das mesmas. De todas as coisas do universo, aventurar-se nos mares da fantasia é sua maior paixão. O livro A Escolhida é seu romance de estreia.”

Fazia muito tempo que não lia nenhuma obra nacional. O livro A Escolhida da autora Amanda Ágatha Costa foi uma surpresa agradável. É diferente de tudo que eu já li por aqui e me lembra muito obras estrangeiras que adoro. Em A Escolhida, encontramos romance e fantasia numa história que deixa um gostinho de quero mais.

Ficou curioso em saber um pouco mais sobre o romance? Dá uma olhada na sinopse:

“Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota perdida na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais.

Através de sua aparência impecável e feições delicadas, ninguém conseguiria supor quem ela é e o que gosta de fazer: um anjo com sede de sangue, sempre disposta a ceifar novas vítimas.

Porém, tudo muda quando é capturada por dois feiticeiros e levada para o círculo, lugar onde eles vivem sob a liderança de Egran, um homem cruel que não mede esforços para conseguir o que quer. Em meio a várias mudanças repentinas, terá de enfrentar suas convicções a fim de descobrir um lado de si mesma que não imaginava existir.

Será que o amor vai fazer brotar a alegria em seu coração? Ou ele irá arrastá-la diretamente para a morte? Ari será capaz de finalmente superar o próprio passado sombrio ou sucumbirá a ele, deixando pelo caminho mais um grande rastro de destruição?”

Além de A Escolhida, a autora está para lançar em 2017 a sequência da obra, sob o título de A Subestimada, que já tem a capa revelada inclusive (mais um spoiler da autora!).

Você pode comprar o livro aqui, ou ter mais informações na Fanpage e no Skoob.

E aí, vocês já conheciam a autora Amanda Ágatha Costa? Gostam de livros de romance e fantasia? Deixem nos comentários!

O estilo de Ashley Benson

Hoje vamos falar do estilo de Ashley Benson. A garota é conhecida por dar vida a personagem de Hanna Marin em Pretty Little Liars. Ela nasceu na califórnia e desde cedo já dançava Ballet, Sapateado, Jazz e Hip Hop. Logo começou a trabalhar como modelo e fazer propagandas de TV e participações em seriados e filmes. Ganhou destaque ao fazer parte do elenco de PLL.

O estilo de Ashley Benson é um estilo que curto muito e é completamente diferente da personagem que ela interpreta em Pretty Little Liars. Conforme você vão ver abaixo, as composições dela são simples e fáceis de se inspirar. Acompanha comigo:

Dia a dia

Ela gosta de tons neutros, dando preferência para o preto e cinza. O estilo dela é bem despojado, chegando a ser meio grunge. Além das roupas escuras, ela gosta de calça e shorts jeans e ocasionalmente uma camisa. Nos pés, observe que é sempre sapato confortável, sendo 90% deles botinhas.

Eventos

Nos eventos observe que ela usa roupas que valorizam bastante seu corpo. Novamente, dando preferência para o preto e ocasionalmente adicionando cor. A cor valorizando o tom de pele e cabelos. Está sempre bem vestida, mas sem exageros. Até as roupas de eventos dá para a gente se inspirar hein.

E aí, o que acharam do estilo de Ashley Benson? Gostaram das inspirações? Combinam com o estilo de vocês? Deixem nos comentários!

 

 

DIY (Do it Yourself): Varal com frase

Eu disse anteriormente que após a pequena reforma no meu quarto comecei o processo de decorar e deixar bem na minha vibe do momento. Atualmente estou gostando muito de ambientes minimalistas com um toque escandinavo.

Comprei vários itens de decoração e acessórios que trazem essa ideia e posso mostrar futuramente por aqui. Além dos itens que comprei, eu queria colocar alguns projetos de Do it yourself. Então circulando pelo Pinterest achei umas ideias bem bacanas para fazer um varal com com frase, ideia simples e barata que dá um toque especial para o quarto.

Resolvi então fazer esse DIY de varal com frase e compartilhar e trazer essa experiência para vocês.

Varal com Frase

Tem uma frase que gosto muito, inspirada na Demi Lovato. A frase é Stay Strong. Acho uma frase bem simples e forte, que nos inspira a continuar em frente. Então decidi fazer essa frase.

O que eu usei:

  • 2 Folhas de EVA Pretas
  • Barbante
  • Cola para EVA

Peguei o molde das letras na internet, passei para o EVA e cortei:

Em seguida, colei as letras no barbante, formando a frase:

Como vocês podem ver é bem simples.

Como ficou:

Como vocês podem ver, é um DIY bem simples que acabei fazendo em menos de uma hora.

E aí, o que vocês acharam do varal com frase? Ficaram inspirados a fazer um também? Deixem nos comentários!

Ps: Não se esqueçam de curtir a página do blog aqui e seguir no instagram se você ama fotos tanto quanto eu!

Minhas compras literárias para Janeiro

Hoje vou falar das minhas compras literárias feitas recentemente. No final de Dezembro estava eu a toa andando pelo shopping, quando vi uma livraria. Eu podia ter facilmente apenas passado em frente, mas cometi o grande erro de entrar. E eu nunca consigo sair de mão vazia de uma livraria. Quem aí consegue?

Para minha felicidade (ou não) tinha alguns livros em promoção, por apenas R$9,90. Senti os olhos brilharem. Mas os títulos não me impressionaram muito, então acabei pegando apenas um livro da promoção, o Ameaça Mortal de James Patterson. Confesso que não gosto muito de livros que envolvam polícia e política, mas resolvi das uma chance.

Minha segunda parada foi no estande da Darkside, daí complicou as coisas. Os livros são lindíssimos e no estilo que eu gosto, que é mais suspense e tals. E infelizmente os livros da Darkside não são tão baratos, mas eles são super bem feitos e realmente valem a pena. Acabei pegando apenas um, o Onde Cantam os Pássaros, pois estava em média R$50,00 reais os livros.

Embora eu tenha comprado no final de Dezembro ainda não terminei os livros. Como sou ansiosa, comecei a ler os dois ao mesmo tempo, consequentemente não terminei nenhum dos dois, mas farei resenha assim que terminar.

Confiram abaixo o resumo das minhas compras literárias:

Ameaça Mortal – James Patterson

“Os filhos do presidente dos Estados Unidos estudam no Branaff, um dos melhores colégios de Washington, e contam com proteção em tempo integral. Ainda assim, num ato de ousadia, criminosos enganam os agentes do Serviço Secreto e desaparecem com Ethan e Zoe Coyle.

Sem aceitar a participação da Polícia Metropolitana no caso, o FBI e o Serviço Secreto assumem as investigações. No entanto, atendendo a um pedido especial da primeira-dama, acabam convidando o detetive Alex Cross por sua experiência com sequestros.

Em meio às investigações, a Inteligência americana descobre que um grupo terrorista saudita está planejando vários ataques em território nacional. A sabotagem da rede de fornecimento de água e o atentado contra a comitiva do secretário de Estado põem a capital em alerta, além de levantar a suspeita de que esses atos possam ter ligação com o sequestro de Ethan e Zoe.

Trabalhando em conjunto com o FBI, a CIA e outras agências do governo, Alex Cross precisa agir rápido. Com a ajuda dos colegas Ned Mahoney e John Sampson, ele começa uma corrida contra o tempo para encontrar os filhos do presidente e impedir que novos atentados coloquem o país em risco.”

Fonte: Saraiva

Onde Cantam os Pássaros – Evie Wyld

“No premiado romance de Evie Wyld, a fazendeira Jake White leva uma vida simples numa ilha inglesa. Suas únicas companhias são rochedos, a chuva incessante, suas ovelhas e um cachorro, que atende pelo nome de Cão. Tendo escolhido a solidão por vontade própria, Jake precisa lidar com acontecimentos recentes que põem em dúvida o quanto ela realmente está sozinha – e o quanto estará segura. De tempos em tempos, uma de suas ovelhas aparece morta, o que pode ser muito bem obra das raposas que habitam a floresta próxima à sua fazenda. Ou de algo pior. Um menino perdido, um homem estranho, rumores sobre uma fera e fantasmas do seu próprio passado atormentam a vida de uma mulher que sonha com a redenção.
Aos poucos, vamos descobrindo mais sobre as suas habilidades em tosquiar e cuidar de ovelhas, aprendidas ainda quando jovem, em sua terra natal, na Austrália. E vamos aprendendo também o que aconteceu lá, que acabou por conduzir White à uma vida de reclusão e isolamento. E sobre as contradições e diferenças entre um passado (sempre narrado no tempo verbal presente) cheio de vida e calor, e o presente (narrado por sua vez no passado) repleto de lama, frio e um ritmo mais desacelerado, paira uma atmosfera absolutamente brutal.
Com uma prosa verdadeiramente excepcional, o estilo da autora reúne tanto clareza como substância e apresenta uma personagem inesquecível, enigmática, trágica, assombrada por um passado inescapável. Uma mulher forte, ainda que tão passível de falhas, erros e equívocos como todos nós. É uma história de solidão e sobrevivência, culpa, perda e o poder do perdão. Uma escrita visceral onde sentimos a presença de tudo, os odores, o vento, o tempo. Nada passa desapercebido.”
Fonte: Saraiva

E aí, o que acharam dessas compras literárias? Já leram algum dos dois ou alguma outra obra dos autores? Deixem nos comentários!

Ps: Não se esqueçam de curtir a página do blog aqui e seguir no instagram se você ama fotos tanto quanto eu!

Inspiração: Fotos para tirar no verão

Gosto do verão e é uma ótima época para viajar e tirar fotos bacanas. Desde que não esteja tão quente também né, não sei vocês mas fico morta com muito calor. Mas, deixando isso de lado, podemos aproveitar para ir na praia, sair com os amigos, conhecer lugares novos e claro, fotografar muito.

Já trouxe outras inspirações de fotos aqui antes, pois é realmente algo que gosto de olhar no Pinterest, Tumblr e We Heart it. A partir disso podemos ter nossas próprias ideias de fotos ou tentar reproduzir alguma a nossa maneira. E o verão é uma época tão boa! Cheia de cores e alegrias, deixando as fotos lindas.

Lembrando que não precisamos estar numa praia para tirar uma foto bacana, alguma coisa ao nosso redor dá para ser aproveitada e gerar um clique legal. Sendo assim, olha essas inspirações de fotos para tirar no verão.

E aí, o que acharam dessas inspirações de fotos para tirar no verão? Qual estação do ano vocês preferem? Deixem nos comentários!

Não se esqueçam de curtir a página do blog aqui e seguir no instagram se você ama fotos tanto quanto eu!

5 Praias do Brasil para conhecer

Verão batendo as portas e aquela vontade de viajar e aproveitar o clima quente enquanto dá. O Brasil tem praias lindíssimas, das quais tenho muita vontade de conhecer, mesmo não sendo muito fã de praia. Dando uma olhada esses dias em locais para viajar, dei de encontro com a Ilhabela que é aqui em São Paulo e fiquei curiosa em saber mais sobre as praias do Brasil. Acabei encontrando prais muito bonitas que valem muito a pena conhecer. Sendo assim, hoje trouxe 5 praias do Brasil para conhecer e dentre as mais bonitas que encontramos por aqui. Se você tiver outras dicas ou já tiver conhecido alguma das praias citadas, não deixe de deixar nos comentários.

1 – Lagoinha do Leste, Florianópolis – Santa Catarina

Essa eu já tive a oportunidade de conhecer a alguns anos atrás, mas como era criança, não tenho muitas lembranças do local. A praia é marcada pela areia fofa e local sossegado.

2 – Praia do Bonete, Ilha Bela – São Paulo

Não conheço pessoalmente, mas conheço amigos que já foram e segundo dizem é realmente de tirar o fôlego. Localizada aqui perto de São Paulo, para chegar até essa praia é necessário ir de barco ou se você gosta de aventuras ir por uma trilha. Na caminhada você vai passar por cachoeiras o que já é bem legal.

3 – Praia do Sancho – Fernando de Noronha – Pernambuco

Também dá para chegar até a praia através de barco ou por trilha. Dizem que a imagem ao chegar pela trilha é de tirar o fôlego.

4 – Praia do Espelho – Bahia

Marcada pela água cristalina e com paisagens lindas e piscinas naturais.

5 – Praia de Taipu de Fora – Península de Maraú – Bahia

Conhecida pelas piscinas naturais e areais branquinhas, é uma das praias mais bonitas do Brasil. Também é muito conhecida por poder fazer mergulhos na praia, para quem curte, deve ser de tirar o fôlego né?

E aí, vocês já conheciam algumas dessas 5 praias do Brasil? Curtem praia agora no verão? Comentem aqui embaixo!